Tag Archives: Projectos

faina1_pequeno

Alunos do 7º Ano trocam manuais escolares por tablets, em Montemor-o-Novo

Há 3 anos o Ministério da Educação (através dos seus serviços regionais do Alentejo) levou a cabo um projeto piloto onde os alunos do 3º ciclo de uma escola trocaram os manuais escolares em papel por manuais digitais. Foi o projeto ManEEle.

Na sequência da experiência acumulada com o projeto atrás referido, o Agrupamento de Escolas de Montemor-o-Novo candidatou-se ao Projeto FAINA 1:1,  que pretende ir ainda mais longe que o anterior, simplesmente, prescindindo do manual escolar e mantendo a lógica 1:1, havendo para cada aluno, um dispositivo digital (tablet).

Nos próximos 3 anos uma turma do 7.º ano do Agrupamento de Escolas de Montemor-o-Novo vai partir dos resultados e aprendizagens do projeto ManEEle, abrindo um novo percurso escolar a uma turma, sem que os encarregados de educação ou a escola adquiram qualquer manual escolar. A criação e disponibilização dos conteúdos das várias disciplinas vai ser efetuada pelos professores da turma e mediada por dispositivos digitais.

Esta iniciativa procura contribuir para a criação de alternativas ao cenário tradicional, em que a informação é dada pelo manual, introduzindo aqui o potencial das ferramentas digitais, enquanto elemento transformador da relação na sala de aula. O objetivo principal será uma aprendizagem mais ativa e personalizada.

A expetativa é a de contribuir para uma melhoria das aprendizagens nas escolas, disseminando as novas práticas permitidas pela tecnologia.

O projeto conta com os seguintes parceiros::

Fujitsu,

Microsoft,

Novabit,

Promethean

Universidade  Católica Portuguesa.

Parl_Jov_2017

Parlamento dos Jovens 2016/2017

Nova edição do Programa Parlamento dos Jovens 2016/2017, ensino básico e secundário.

PARTICIPA! INFORMA-TE NA ESCOLA!

Cartaz 2017 PJB

Cartaz 2017 PJS

EDPsolid2015_logo

Abertura de candidaturas ao programa da Fundação EDP

O programa visa apoiar projectos que tenham como objectivo a atenuação de situações sociais reconhecidamente relevantes, com prioridade para as que facilitem a inclusão social, de referência pela promoção do empreendedorismo social e, que se revelem sustentáveis.

Este ano, apresenta uma novidade que se prende com o tratamento autónomo de candidatura para projectos ligados à saúde – Programa “EDP Solidária – Saúde 2015”, a anunciar durante o corrente ano.

Podem-se candidatar:
- Entidades que não tenham sido apoiadas através do Programa “EDP Solidária 2014”
- Entidades nacionais legalmente constituídas e devidamente registadas
- Entidades agrupadas num projecto comum, devendo ser indicado o líder do mesmo

Objectivos:
Apresentação de projectos, directamente relacionados com situações claras de inclusão social de pessoas comprovadamente carenciadas ou excluídas.

Financiamento:
A percentagem máxima de apoio é:
- 75%, nos projectos apresentados por entidades sem fins lucrativos
- 50%, nos projectos apresentados por entidades com fins lucrativos, não podendo ultrapassar a percentagem da contribuição monetária desta.

O apoio atribuído pela Fundação EDP não será superior a €75.000 nem inferior a €10.000, por projecto.

No que respeita ao Programa Inclusão Social 2015, as candidaturas decorrem entre 1 e 18 de Maio.

No que respeita a despesas:
São elegíveis despesas de investimento directamente relacionadas e indispensáveis para a execução do projecto, tais como:
- Obras
- Equipamento informático
- Mobiliário
- Material didáctico de média duração
- Viaturas
- Outros equipamentos, a especificar e a justificar no âmbito do projecto.

São ainda elegíveis despesas de exploração directamente relacionadas e indispensáveis para a execução do projecto, tais como:
- Recursos Humanos (Honorários; e Fornecimentos e Serviços Externos), designadamente:
.os Custos com honorários ou serviços de especialistas, consultores e outros técnicos, cujo envolvimento no projecto seja indispensável;
. o montante do apoio da FEDP com custos relativos a recursos humanos tem como limite 60% daqueles custos.
- Outros custos, a especificar e a justificar no âmbito do projecto, designadamente:

Todas as outras despesas são consideradas não elegíveis.

Para posteriores Informações ou enquadramento, pode ser consultado o site http://www.fundacaoedp.pt/inovacao-social/programa-edp-solidaria/edp-solidaria-2015-inclusao-social-saude-e-educacao/496

Ficha de Inscrição

Regulamento

pow

Projecto Pow_Dá power ao electrão – cerimónia de entrega de prémios, dia 27 de Abril, em Serpa

No dia 27 de Abril, pelas 11:00 horas na Escola Secundária de Serpa, decorreu a cerimónia de entrega de prémios à escola vencedora da segunda fase do concurso “POW_Dá power ao Electrão”.

O “POW_Dá power ao Electrão” é um projecto de educação social e ambiental, desenvolvido pela Amb3E, que conta com o apoio da Agência Portuguesa do Ambiente e do Instituto Português do Desporto e da Juventude, e que pretende sensibilizar os jovens e a comunidade escolar para a importância do correcto encaminhamento dos Resíduos de Equipamentos Eléctricos e Electrónicos (REEE) e de Resíduos de Pilhas e Acumuladores (RPA), com a atribuição de prémios aos participantes que reúnam mais resíduos.

Durante o evento foi apresentado o balanço sobre o impacto, resultados intermédios da campanha e objectivos definidos para a terceira e última fase.

 Mais informações em: http://pow.amb3e.pt/ e https://www.facebook.com/Amb3e

DecoJovem_logo

Projecto DECOJovem

A DECOJovem é um projecto promovido pela DECO, dirigido às escolas do Ensino Básico, Secundário e profissional, público ou privado, alunos e professores enquanto estrutura de apoio, fonte de informação e formação, centro de recursos e um sítio para divulgar os projetos na área da Educação do Consumidor.

As Escolas DECOJovem contemplam um espaço privilegiado para a educação e formação das crianças e jovens enquanto consumidores. Tem à disposição da comunidade escolar, informação e recursos que permitem desenvolver actividades e projectos na área do consumo com o objectivo de promover a formação de crianças e jovens esclarecidos, críticos e responsáveis nos seus actos de consumo.

Os professores das Escolas DECOJovem podem contar com o enquadramento técnico e institucional da DECO e com as vantagens do trabalho interdisciplinar e em rede: para trocar de ideias e práticas, para partilhar informação e para se envolverem em projectos. Todas as escolas ou agrupamentos de escolas podem aderir ao projecto, a qualquer altura do ano, através da plataforma de adesão, disponível no site.

No que respeita às sessões informativas, a DECOJovem coloca ao dispor das escolas aderentes do projecto – as escolas DECOJovem – vários temas sobre a educação do consumidor e, de acordo com os pedidos e, em articulação com os professores, são definidos os objectivos e conteúdos das sessões informativas com as expectativas e objectivos das escolas, e em função do público-alvo, respondendo assim às suas necessidades, na óptica da educação do consumidor.
Para além das sessões informativas, a DECOJovem em parceria com outras entidades ou com recurso a apoio financeiro de entidades públicas para a promoção da educação do consumidor, planeia e executa campanhas informativas, convidando e alertando as escolas para a reflexão de problemáticas relevantes associadas ao consumo. Neste caso, a DECOJovem divulga os seus projectos, campanhas, desafios ou concursos através do seu site, newsletters para aderentes do projecto, redes sociais e comunicação social, convidando as escolas a participar. Nestes projectos pode estar incluído a realização de sessões informativas e neste caso, é a DECO que convida as escolas a realizarem as sessões informativas, no âmbito do projecto a promover.
As escolas aderentes para além do material pedagógico produzido no âmbito dos vários projectos e campanhas, passam também a receber de forma gratuita as nossas publicações informativas: revistas Proteste; Dinheiro & Direitos e Teste Saúde.

Deixamos o convite para visitar nossa plataforma em www.decojovem.pt

“Faça equipa connosco para a educação de jovens consumidores mais críticos, conscientes e responsáveis!”

20anosParlamentoJovens

Parlamento dos Jovens Ensino Básico e Ensino Secundário – Círculo de Évora – dias 16 e 17 de Março

Vai ter lugar no auditório da DGEstE – Direcção de Serviços da Região Alentejo, em Évora, nos dia 16 e 17 de Março, a Sessão Distrital do Programa Parlamento dos Jovens do ensino básico e secundário, respectivamente.
Este Programa é uma iniciativa institucional da Assembleia da República, em parceria com a Direcção Geral de Estabelecimentos Escolares, através das suas Direcções de Serviços Regionais, Instituto Português do Desporto e da Juventude, Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas, Ministério da Justiça e o Gabinete do Parlamento Europeu em Portugal.
Este ano o tema a debate, no ensino básico é “Combate ao – Insucesso Escolar” e no ensino secundário “Ensino Público e Privado -Que desafios?”.
Vão participar em ambas as Sessões Distritais, cerca 120 jovens deputados, eleitos nas sessões escolares, de várias escolas do distrito. As Escolas e deputados eleitos nas Sessões Distritais, irão representar o seu Círculo nas Sessões Nacionais, na Assembleia da República, nos dias 5 e 6 de Maio, para o ensino básico e 25 e 26 de maio para o ensino secundário.

 

FIP

A cerimónia de entrega de prémios do Projecto Ciência na Escola

A cerimónia de entrega dos prémios de participação no “Concurso de Ideias” da 12.ª edição do Projecto Ciência na Escola da Fundação Ilídio Pinho, subordinada ao tema Ciência e Tecnologia em resposta aos grandes desafios da Sociedade, vai ter lugar no dia 5 de Março, pelas 10h 30 minutos, no Auditório da DGEstE-DSRA. Os resultados da seleção dos projetos apresentados, efetuada pelo Júri Regional, estão disponibilizados no site oficial do Projecto Ciência na Escola da Fundação Ilídio Pinho, a que é possível aceder através do seguinte link: https://www.dgeste.mec.pt/fip/
Congratulamos todos os projectos concorrentes a este prémio e desde já desejamos o maior sucesso aos professores e alunos cujos projectos foram apoiados para desenvolvimento na 2.ª fase.